Live streaming video by Ustream

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

TIVE UM PAI

Tive um Pai. Bom, ordeiro, grave, humorado... maravilhoso. Ele era sapateiro, por isso sei escolher os meus sapatos e os meus atos. Ele sabia onde devia colocar os pés e me ensinou. Pra vocês que não conheceram "seu paisinho", ele andava numa cadeira de rodas e, vivendo nela, deixou um exemplo de esforço e dedicação a familia. Aos amigos, estendia a mão e também acolhia aos que  não conhecia, fazendo-os amigos.Deixou  para os filhos, não um acervo de bens materiais, mas a maior herança que um pai pode deixar pra seus filhos aqui na terra, o conhecimento da graça salvadora do nosso Senhor Jesus Cristo. TIVE UM PAI!
Original
Aos amigos, estendia a mão e também acolhia aos que não conhecia, fazendo-os amigos.

4 comentários:

  1. É sempre bom relembrarmos as nossa raízes, origens, quem nos ajudou a ser o que somos. Principalmente quando se trata de um pai, um homem, um mestre. 'Seu Paisinho". Não cheguei a conhecê-lo mas sinto orgulho deste patriarca, o vendo em seus filhos e família. Graças dou porque nunca ficamos órfãos pois temos por nós o Pai da Eternidade que zela continuamente por nós e diarimente nos ensina, corrige, com intuito de termo, por fim, o seu carater. Obrigada Senhor Jesus, Pai nosso que está nos céus. Juliana

    ResponderExcluir
  2. Pai que rir, pai que chora, pai que beija e abraça antes de ir embora. Não sei se sempre, mas muitas vezes as pessoas que amamos nos deixam de forma inesperada, somem como estrelas cadentes que caem do céu. Mas nunca devemos esquecer que a ausencia do AMOR é muito mas avassaladora do que a presença física por livre e espontânia pressão de sentimentos não afetivos e sim sóciais! EDSON GOMES

    ResponderExcluir
  3. Eu conheci esse grande pequeno homem... Um herói!!!

    Parabens aos herdeiros...

    ResponderExcluir
  4. Eliel, que mensagem maravilhosa! Você realmente teve um pai! Eu o conheci rapidamente, mas deu para perceber que era um homem de Deus.
    Os filhos mostram hoje pelas atitudes que este pai fez a diferença.
    Parabéns pelo texto e pela honra dada a seu "paisinho".
    Pr. Edilson

    ResponderExcluir